José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

O melhor que tenho,
não me pertence!

O amanhecer...
o sol...
o entardecer!
A lua,
o vento...
a noite...
as estrelas...
a rua...
o ar...
os pássaros,
os frutas...
o tempo...
as árvores...
os rios...
o mar...
os abraços
as palavras...
os beijos...
as flores...
os abrigos...
os sorrisos...
os sabores...
 os sonhos...
os filhos,
os irmãos e
os amigos...

Tudo é meu, quando posso guardar!

Em algum lugar que seja meu!
Sou guardião de tudo que tenho comigo!
Dono, não sou!
Mas sei o que levarei!
A saudade...
a vontade e
o amor!

Tudo que tem valor em sentimento,
em meu abrigo guardarei!
Não despreze...
não maltrate...
não possuas inimigos!
Seja tudo o que for preciso...
Mas, sobretudo, o melhor em si...
Dê o melhor de si,
Só isso.

Tudo é meu,
quando posso guardar!
José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 06/04/2016
Alterado em 06/04/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários