José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Sopa de letras
( Singela homenagem a todos os poetas do planeta)


Poesia não é letra.
É algo que não se explica.
Letra não é poesia,
mas alimenta...
É Sopa de letras.
É conjunção de ideias soltas...
Não enche, mas sacia...
mas se é letra,
com pode ser ou não ser?
E como pode ser poesia?
Poesia, vem de dentro...
do nada... como surge o vento...
Percebe-se que existe...
pela força... pelo sopro,
movimento...
Poesia nasce do cerne...
da alma...
daí... materializa-se na palma
e acalma o tormento...
Poesia nasce assim,
mistério surgimento...
parece real...
ao papel assanha-se
num bailar melodia...
elege-se documento...
Poesia é o acaso de ideias...
são colmeias da mente...
que tecem o favo...
para adoçarem...
o fel da vida...
para amenizarem...
as dificuldades da lida...
poesia é mesmo isso...
para aquecer e brotar a semente...
poesia é composta de vidas
que alimentam
a vida da gente...
poesia é
trocadilho... ilusório...
é laço suspensório...
reboliço e enchimento...
é cimento e base...
é cume e crase...
é acento e sustento à frase...
Poesia é quase tudo...
é um ponto ou quase nada...
por isso é poesia...
fosse algo...
com certeza...
poesia,
não seria...
Poesia é Sopa de letras...
é conjunção de ideias soltas...
não enche,
mas sacia...







 
José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 20/10/2016
Alterado em 21/10/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários