José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
SER POETA
Existem poucos poetas...
Não são aos milhares.
Nem vistos em toda parte.
Basta ver os seus  escritos,
em reservados recantos,
no seleto universo de encantos,
aos buscadores da arte.

Escrever é dom e dádiva,
fosse assim fácil,
todo mundo o faria...
Escrever fosse assim tão fácil,
esses milagres, não seriam
chamados de poesia.

Escrever não é muito
complicado...
Eu mesmo tento escrever todos os dias.
Sonho a todo momento,
com um verso bem rimado
onde busco a paz,
e o amor na poesia.

Tenho buscado em minh´alma
repetir um perfeito poema,
quando penso na rima
muitas vezes entro no clima
e quase sempre perco o poema.

Tenho andado meio tristonho,
acho que todo poeta é assim...
Se acaso encontrardes, um poeta feliz,
repare bem o seu jeito,
ele pode parecer satisfeito,
porém por dentro, ele está infeliz.

Poetas são seres inquietos,
tradutores da mais profunda verdade;
poetas são seres da luz,
disfarçados de homens comuns
habitando em pequenas cidades.

Tente também escrever,
eu sei que não é muito fácil,
eu mesmo sempre insisto,
em sempre fazer poemas,
mas sempre parece prefácio.

Poetas são mesmo assim,
insatisfeitos, tristes e calados.
Mas repare em seu olhar:
Eles podem parecer distraídos,
mas seu espírito está em conflito,
tentando entender no mundo,
o que há de tão errado...?

Um Poeta pode parecer distante...
seu corpo pode estar frágil,
suas mãos estarão frias,
mas sua alma com certeza arde em chama
em suas mãos, uma desassossegada pena
pede por uma  branca folha vazia,
dar à luz a um novo poema.

Poetas não são poetas,
são seres em ebulição
parecem água fervente
mas no fundo também não são gente,
são algo sem explicação.

Não tente entender os poetas,
apenas sintam a sua poesia,
o dia em que entendermos um poeta,
perderá toda a graça,
aí então, cessará o mistério
e findará toda magia.

Não tente ser apenas um poeta:
Tente apenas gerar poesia,
Se tentardes ser apenas poeta,
se perderás entre as frestas
e não terás o primoroso prazer,
de escrever poesia...
José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 10/02/2011
Alterado em 10/02/2011
Comentários