José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Desejo é bão...!
Desejo e tesão
é algo  “muito bão...!”
não é um sentimento;
Sentimento é outra coisa,
é amor e paixão...
Que nascem depois do desejo...
Mas esse, é meu ensejo,
quero mesmo é falar de tesão.
Já o tesão, não é sentimento,
é mesmo um instinto natural.
É um fogo que vem de dentro
afeta o juízo da gente, e
fica feito um animal.
O deixa gelado, agitado e esquisito,
com o coração esbaforido, suando e
esfregando as mãos...
...até parece um cão perdido em fuguetório...
ou torcedor em dia de jogo,
ou um trem que perdeu a estação....
Não dorme e nem trabalha  direito
só fica pensando no feito,
ou se ainda não fez,
dá até dó do sujeito...
Até mesmo “aquele  que se diz puro”,
na verdade, puritano;
eis aí, mais um fulano
que sente isso tudo que eu disse;
mas nega viementemente, e mente,
sobre o seu instinto humano de
desejo e tesão...
É aquele instinto danado,
que só quem sabe, é quem o sente,
uma “coisa” que domina a gente
longe ou perto do ser desejado...
Avermelha-se o rosto....
Na verdade, o  presuposto
à dança do acasalamento...
Se quiser, pode me condenar,
pode até me chamar de
desavergonhado...
será que mereço por externar meu argumento?
Só por ter falado de um jeito meio engraçado
de um instinto natural,
que não sabemos ao certo,
como descrevê-lo;
é claro, que eu não serei
o último, tão pouco o primeiro,
a falar da “tal tesão”.
Vou até ser menos sincero,
porque eu apenas quero,
é  lembrar de uma boa impressão:
Se ainda sentis  desejo, saibas:
Só pode ser “algo bão... ”
É quenem pra mineiro, um queijo,
fresco e cheiroso sobre a mesa.
Me desculpe a comparação...
Se ainda sentis desejo,
tens mesmo, é muita saúde,
o que na certa, é uma virtude,
para sentir tesão...
Agora, vou falar outra verdade:
Não basta apenas sentir desejo
tem  de ter uma boa prosa e argumentação...
Palavras certas em momento certo,
ou ser um sujeito bem discreto e calado,
para se obter sucesso com o seu objeto desejado,
ou satisfazer sua “tentação...”
Se não,
irá mesmo, é  se
contentar com um queijo,
e ver de longe... o seu desejo,
ou, “se acabar na mão...”



José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 17/02/2011
Alterado em 18/02/2011
Comentários