José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Sopa de letras
( Singela homenagem a todos os poetas do planeta)


Poesia não é letra.
É algo que não se explica.
Letra não é poesia,
mas alimenta...
É Sopa de letras.
É conjunção de ideias soltas...
Não enche, mas sacia...
mas se é letra,
com pode ser ou não ser?
E como pode ser poesia?
Poesia, vem de dentro...
do nada... como surge o vento...
Percebe-se que existe...
pela força... pelo sopro,
movimento...
Poesia nasce do cerne...
da alma...
daí... materializa-se na palma
e acalma o tormento...
Poesia nasce assim,
mistério surgimento...
parece real...
ao papel assanha-se
num bailar melodia...
elege-se documento...
Poesia é o acaso de ideias...
são colmeias da mente...
que tecem o favo...
para adoçarem...
o fel da vida...
para amenizarem...
as dificuldades da lida...
poesia é mesmo isso...
para aquecer e brotar a semente...
poesia é composta de vidas
que alimentam
a vida da gente...
poesia é
trocadilho... ilusório...
é laço suspensório...
reboliço e enchimento...
é cimento e base...
é cume e crase...
é acento e sustento à frase...
Poesia é quase tudo...
é um ponto ou quase nada...
por isso é poesia...
fosse algo...
com certeza...
poesia,
não seria...
Poesia é Sopa de letras...
é conjunção de ideias soltas...
não enche,
mas sacia...







 
José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 20/10/2016
Alterado em 21/10/2016
Comentários