José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Silêncio
Silêncio é rocha,
Silêncio é terra...
Silêncio é tocha
Silêncio é guerra
Silêncio é vento...
Silêncio é pausa
Descendo suave e lento,
do topo da serra ao
colo do leito.
Perfeito momento.
Silêncio, é semente,
Silêncio é broto
É gota d`água vertente.
Causa e efeito.
Silêncio é cuidar de plantas
e acompanhar in loco, os  primeiros
horizontes de cada fruto...
Também podar-se a si mesmo
E a esmo...
em teus erros...
É deixar-se esquecer,
Em silêncio, se arrepender.
É lembrar-se de tudo
E crer que tudo é semente...
Que em silêncio, tudo renasce,
a seu tempo em cada  ser!
O silêncio faz parte da gente
e tem o seu jeito simples de crescer...
De se mostrar, de brotar,
Viver existir e partir
Tudo tem seu jeito de marcar seu laço...
O seu traço...
Que em tudo está a beleza e os
Mistérios de viver...
Da melhor forma
silêncio, é nascimento e norma...
Silêncio, é céu aberto.
Silêncio é passo de nuvem...
Silêncio é contemplação...
Observar as estrelas...
imitá-las no brilho...
e no seu infinito silêncio...
Aprender a ser Chela,
Navegar os caminhos da vida...
Com sutileza de um barco à vela.
Silêncio é enlevo...
aceitação e entrega...
saber que se deve entrar
humildemente na fila...
sem escolher o melhor caminho...
e seguir... calar.
Pois o silêncio é o grito da alma
e a canção dos tempos...
e pensamento de outrem e dos teus...
silêncio é a construção da vida...
A marca de chegada e da partida...
O silêncio é Deus!










José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 23/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários